SEPT

entendendo_extensao   membros_comite   reunioes_comite   emitir_certificados   como_propor

O que é Extensão

A Extens√£o Universit√°ria √© um processo educativo, cultural, cient√≠fico e/ou tecnol√≥gico, que articula o ensino e a pesquisa de forma indissoci√°vel e viabiliza a rela√ß√£o transformadora entre a Universidade e os demais setores da sociedade. (Resolu√ß√£o 72/11 ‚Äď CEPE Art. 1)
As atividades de Extens√£o devem obedecer aos cinco princ√≠pios definidos pelo FORPROEX ‚Äď F√≥rum de Pr√≥-Reitores de Extens√£o de Universidades P√ļblicas:

  • Impacto e Transforma√ß√£o

    Estabelece o norteador da atua√ß√£o extensionista em dire√ß√£o ao respeito pelas caracter√≠sticas, necessidades e interesses da comunidade onde as a√ß√Ķes se realizam, visando criar condi√ß√Ķes para consolidar atividades que contribuam para seu desenvolvimento, para o desenvolvimento regional e para o fortalecimento de pol√≠ticas p√ļblicas.

  • Indissociabilidade de Ensino, pesquisa e extens√£o

    A ‚ÄúIndissociabilidade Ensino ‚Äď Pesquisa – Extens√£o reafirma a Extens√£o Universit√°ria como processo acad√™mico, vinculado ao processo de forma√ß√£o de pessoas (Ensino) e de gera√ß√£o de conhecimento (Pesquisa)‚ÄĚ.
    A indissociabilidade permite atuar a partir dos pilares da forma√ß√£o acad√™mica, compreendendo que a interven√ß√£o (caracter√≠stica da Extens√£o) n√£o pode prescindir de s√≥lidos fundamentos te√≥ricos, advindos do conhecimento gerado pela Pesquisa e integrante das atividades de Ensino. Ou seja, uma interven√ß√£o transformadora depende da Pesquisa e do Ensino integrados nas atividades formativas e ao mesmo tempo, as interven√ß√Ķes despertam novas perguntas que direcionam a investiga√ß√£o, fomentando pesquisas que contribua para a transforma√ß√£o social; e os conhecimentos, metodologias e resultados advindos das atividades extensionistas devem ser estruturadas como unidades de ensino, incrementando as atividades did√°ticas e contribuindo para a forma√ß√£o cidad√£ dos estudantes.
  • Interdisciplinaridade e Interprofissionalidade

    Compreendida em sentido amplo considera, principalmente, a contribuição de áreas e metodologias complementares para o alcance dos objetivos das atividades extensionistas.
    Para promover mudanças sociais, a intervenção na realidade deve permitir a interação de conceitos e metodologias advindos de várias disciplinas e áreas do conhecimento, e também fomentar parcerias intersetoriais, interorganizacionais e interprofissionais.
  • Intera√ß√£o Dial√≥gica

    Significa compreender que a rela√ß√£o transformadora que se pretende com as atividades extensionistas deve considerar as demandas dos parceiros, das comunidades interna e externa, das diferentes √°reas de conhecimento e do contexto onde as a√ß√Ķes s√£o desenvolvidas. Significa que todas as a√ß√Ķes devem articular conhecimentos e expectativas da comunidade parceira e da UFPR. Portanto, o planejamento, a execu√ß√£o e a avalia√ß√£o das a√ß√Ķes devem ser realizados de forma compartilhada e, sobretudo, obedecendo aos preceitos √©ticos envolvidos nas interven√ß√Ķes com seres humanos ou animais.

  • Impacto na Forma√ß√£o do Estudante

    As atividades de Extens√£o Universit√°ria s√£o decisivas para a forma√ß√£o do estudante, por instigarem a amplia√ß√£o dos referenciais te√≥ricos, metodol√≥gicos e interdisciplinares no contexto das comunidades onde atuam e, principalmente, por fomentar o contato direto com os grandes problemas contempor√Ęneos

Links √ļteis:

Formas de Extens√£o
  • Evento

    Evento de Extens√£o √© a atividade que implica na apresenta√ß√£o ou exibi√ß√£o p√ļblica, livre ou com clientela espec√≠fica, do conhecimento ou produto cultural, art√≠stico, esportivo, cient√≠fico e tecnol√≥gico desenvolvido e reconhecido pela Universidade, de acordo com o estabelecido pelo FORPROEX¬†¬† – F√≥rum de Pr√≥-Reitores de Extens√£o das Universidades P√ļblicas Brasileiras.(Resolu√ß√£o 72/11 ‚Äď CEPE, Art. 32).¬†(Classifica√ß√£o dos Eventos de Extens√£o)

  • Curso

    Curso de Extens√£o Universit√°ria √© a a√ß√£o pedag√≥gica, de car√°ter te√≥rico ou pr√°tico, planejada e organizada de modo sistem√°tico, com carga hor√°ria previamente definida, que contemple o princ√≠pio I ou IV ou V dentre os cinco estabelecidos na Resolu√ß√£o 72/11 ‚Äď CEPE Art. 1¬ļ ¬ß2¬ļ.(Resolu√ß√£o 72/11 ‚Äď CEPE, Art. 23).
    Princípio I: Impacto e Transformação que visa o estabelecimento de relação entre a UFPR e os demais segmentos da sociedade para uma atuação transformadora, voltada prioritariamente à formação acadêmica e a necessidades sociais;
    Princípio IV: Indissociabilidade Ensino, Pesquisa e Extensão que consiste no vínculo da Extensão Universitária ao processo de formação de pessoas e de geração de conhecimento envolvendo necessariamente docentes e discentes da UFPR.
    Princípio V: Impacto na formação dos estudantes visando fortalecer a experiência discente em termos teóricos, metodológicos e da cidadania.
  • Programa

    Programa de Extens√£o √© o conjunto articulado de Projetos e outras atividades de Extens√£o, que contemple os cinco princ√≠pios estabelecidos no artigo 1¬ļ da Resolu√ß√£o 71/11 – CEPE, visando a resultados de m√ļtuo interesse para a sociedade e para a comunidade acad√™mica. (Resolu√ß√£o 72/11 ‚Äď CEPE, Art. 18).
    Princípio I: Impacto e Transformação que visa o estabelecimento de relação entre a UFPR e os demais segmentos da sociedade para uma atuação transformadora, voltada prioritariamente à formação acadêmica e a necessidades sociais.
    Princípio II: Interação Dialógica que visa o estabelecimento e desenvolvimento de relação entre a UFPR e os demais segmentos da sociedade por meio do diálogo e da troca de saberes.
    Princípio III: Interdisciplinaridade que visa o estabelecimento de inter-relação ou integração de conhecimentos, metodologias profissionais no atendimento a demandas formativas e sociais.
    Princípio IV: Indissociabilidade Ensino, Pesquisa e Extensão que consiste no vínculo da Extensão Universitária ao processo de formação de pessoas e de geração de conhecimento envolvendo necessariamente docentes e discentes da UFPR.
    Princípio V: Impacto na formação dos estudantes visando fortalecer a experiência discente em termos teóricos, metodológicos e da cidadania.
  • Projeto

    Projeto de Extens√£o √© a a√ß√£o processual e cont√≠nua de car√°ter educativo, social, art√≠stico, cient√≠fico ou tecnol√≥gico que contempla os cinco princ√≠pios ‚Äď Impacto e Transforma√ß√£o; Intera√ß√£o Dial√≥gica; Interedisciplinaridade; Indissociabilidade e Impacto na Forma√ß√£o de estudantes, e visa resultado de m√ļtuo interesse, para a sociedade e para a comunidade acad√™mica; pode estar vinculado a um Programa ou ser isolado.
    H√° regras espec√≠ficas na UFPR para a realiza√ß√£o de Projetos e as Resolu√ß√Ķes e Instru√ß√Ķes Normativas devem ser consultadas.

 

 

 

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
SEPT
Rua Dr. Alcides Vieira Arcoverde, 1225
Telefone: Clique aqui
CEP: 81520-260 - Jardim das Américas - Curitiba (PR) - Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
SEPT
Rua Dr. Alcides Vieira Arcoverde, 1225
Telefone: Clique aqui
CEP: 81520-260 - Jardim das Américas - Curitiba (PR) - Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná - SEPT

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC (Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação) da UFPR